Mitos e verdades sobre o tratamento endodôntico

Endodontia é a especialidade de Odontologia que busca prevenir, diagnosticar e tratar as lesões e doenças da polpa (nervo) e da raiz dos dentes. O tratamento endodôntico consiste na remoção do tecido mole (polpa) que se encontra na parte mais interna do dente (câmara e canal) e que pode estar vivo, inflamado, infectado ou necrosado (morto). A polpa, ao ser removida, é substituída por um material obturador. Apesar de, nos últimos anos, terem havido inúmeros avanços tecnológicos nesta área, reduzindo significativamente a dor, o desconforto e o tempo de tratamento, muitos mitos ainda persistem em torno dos procedimentos, reforçando o medo e a fobia de ir ao dentista.

Vamos falar sobre eles, e você verá que é possível cuidar da sua saúde bucal sem sofrimentos e traumas:

1. O tratamento é muito demorado. Mito. Dependendo do diagnóstico da polpa, o tratamento pode ser feito em apenas uma sessão. Em alguns casos específicos, mais sessões são necessárias.

2. O tratamento é doloroso. Mito. Pelo uso de anestesia, o tratamento é indolor. O que pode ser desconfortável é permanecer muito tempo com a boca aberta. Nas primeiras 48 a 72 horas é normal ficar com uma sensação dolorosa decorrente da manipulação do dente, o que é minimizado com uso de analgésicos.

Leia também: Como é possível tratar um canal sem dor ​ 3. As técnicas de tratamento evoluíram. Verdade. Atualmente, existem localizadores apicais que funcionam como "sonares", ajudando o cirurgião-dentista a medir o tamanho exato da raiz do dente e, assim, tratar completamente a extensão do canal. Os instrumentos rotatórios feitos de níquel-titânio também aumentam as chance de sucesso do tratamento, de forma mais rápida e segura.

4. Se o dente não for tratado, será perdido. Verdade. A complicação de um dente não tratado pode ser a infecção na raiz e nos tecidos vizinhos, com consequências mais sérias, como dor intensa, inchaço, febre e até a proliferação de bactérias na corrente sanguínea, causando infecção generalizada. A solução nestes casos poderá ser a extração do dente. 5. Todo dente que dói precisa de tratamento endodôntico. Mito. Os dentes reagem com dor a diferentes estímulos fora do normal, como excesso de frio ou de calor, excesso de doce ou salgado. A dor é sintoma em dentes com lesões de cárie, com o colo exposto por retração das gengivas e submetidos a carga intensa durante a mastigação. Nesses casos, ao se tratar a causa, a dor é cessada.

Não adie: se você sente dor de dente, marque uma consulta com a Dra. Cynthia da Odontovero. Quando possível, fazemos o tratamento em sessão única. Usamos os melhores equipamentos de localizador apical e instrumentação mecanizada, que permitem uma melhor precisão e limpeza.

Clique aqui e saiba mais sobre nossa atuação.

A confiança faz sorrir.