Pesquisa entre gêmeos sobre o uso do fio dental

Um estudo bastante interessante recém-realizado pela Faculdade de Odontologia da Universidade de Nova York (UNY) acompanhou 51 pares de gêmeos de ambos os sexos, tanto idênticos como fraternos, de até 21 anos e residentes na periferia de Montes Claros, no nordeste do Brasil. A região tem uma inadequada fluoretação da água e acesso limitado ao tratamento odontológico, o que representa maior risco de cárie entre os moradores.


Gêmeos são públicos excelentes para pesquisa, pois tem a mesma idade e são oriundos de ambientes similares, com hábitos alimentares e práticas de saúde semelhantes.


Durante duas semanas, os irmãos foram separados em dois grupos: um grupo fazia uso de fio dental enquanto o outro não.


Após o período da pesquisa, foi verificado que o número de bactérias causadoras da doença periodontal e da cárie dentária e a presença de sangramento gengival eram significativamente menores no grupo que utilizou fio dental, comparado ao grupo que não usou.


Este resultado reforça a importância do hábito de usar fio dental em complementação à escovação diária dos dentes e da língua.


Cuide da saúde da sua boca, marque uma consulta de avaliação com os profissionais da Odontovero.

A confiança faz sorrir.